Blog

Teste que detecta Arla 32 adulterado em apenas 5 segundos


O teste que foi desenvolvido por dois policiais rodoviários, já estava em uso em alguns pontos do país. Com a nova Resolução 666/2017 do CONTRAN, o teste está validado para ser usado na fiscalização em todas as rodovias do país.

 O reagente Negro de Eriocromo T tem um funcionamento bem simples e custa apenas R$ 0,02 cada teste. Para detectar o produto adulterado basta pingar uma gota do reagente em 100 ml de Arla 32. Se a reação for uma cor azul o produto atende às normas, mas se a coloração for outra – como roxa – a fraude é evidenciada.

 Antes da aprovação deste teste, a fraude ao Arla 32 se sustentava pela burocracia nos testes. Se um policial suspeitasse de produto adulterado ele precisava recolher uma amostra e enviar para um laboratório examinar – ao custo de R$ 850 – e esperar 12 dias pelo resultado.

 As punições para quem for flagrado fazendo uso de sistemas para burlar ou usando o produto adulterado são duras e vão de multas, apreensão dos veículos e até prisão dos motoristas flagrados por crime ambiental.