Blog

Ibama e Polícia Rodoviária Federal fiscalizam uso de Arla 32


O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Polícia Rodoviária Federal estão realizando blitz com o objetivo de combater fraudes no Sistema de Redução Catalisadora (SCR), obrigatório em caminhões e ônibus fabricados a partir do ano de 2012, e na adulteração do Agente Redutor Líquido Automotivo (Arla 32). O SCR e o Arla 32 são medidas para reduzir a emissão de gases poluentes.

As transportadoras e os motoristas de caminhões com irregularidades na composição do Arla 32 são autuados com base no artigo 68 do Decreto Federal 6.514/2008, que prevê multas de R$ 1 mil a R$ 10 mil por condução ou permissão/autorização de condução de veículo automotor em desacordo com os limites e exigências ambientais previstos na legislação. Para medir a percentagem de ureia na composição do Arla 32, foi utilizado refratômetro da PRF.

A instalação do SCR e a utilização correta do Arla 32 reduzem a emissão de óxidos de nitrogênio (Nox) presentes nos gases de escape dos veículos a diesel, o que permite que estes veículos atendam os limites de emissão de poluentes estabelecidos pela Resolução Conama nº 403, de 11/11/2008, que instituiu a fase P-7 do Proconve (Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores).

 Fonte: Portal Brasil – 09/07